Bio

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil.

1983, São Paulo, Brasil
Vive e trabalha em São Paulo, São Paulo, Brasil, e Berlim, Alemanha

Musa Michelle Mattiuzzi é uma artista indisciplinada cujo trabalho deriva da performance e da escrita. A violência colonial é um tema constante em seu trabalho. Ela tem usado a fotografia e o cinema para se expressar. Suas obras em performance apropriam-se e subvertem o lugar exótico, atribuído ao corpo da mulher negra pelas imagens normativas cis brancas e que transformam sua visão em uma espécie de aberração, uma entidade dividida entre o maravilhoso e o abjeto. Ela está atualmente interessada no “pensamento radical negro” e no estudo da filósofa Denise Ferreira da Silva e do teórico cultural Fred Moten. Ela é a fundadora da plataforma Rethinking the Aesthetics of the Colony, em parceria com o Goethe Institut São Paulo e o Instituto de Justiça Social (GRSJ) da Universidade de British Columbia.